donuts

Donuts, Storytelling e 90 dias pra acabar o ano.

Estava aqui puxando na memória quando foi que eu descobri os Donuts, qual minha lembrança mais antiga dessa iguaria da doçaria americana. Lembrei da minha primeira gravidez quando inaugurou um Wall Mart perto de casa e eu dirigia até alá uma vez por semana pra revelar fotos e pegava uma caixa de donuts pra comer enquanto esperava, mas eu já conhecia os donuts e já os amava mesmo sem conseguir reproduzir a receita em casa, tudo em casa virava sonho e apesar de todos dizerem que estava ótimo eu sabia que faltavam alguns detalhes.

donuts

 

Conheci os Donuts de verdade em 88, quando a Dunkin’ Donuts começou uma campanha na TV pra promover a marca, eu acho, não tem muitos documentos sobre isso, mas a loja mais próxima ficava lá na Paulista e a garota propaganda era a Angélica, adolescente na época, igual eu.

Claro que se dependesse da minha mãe e do meu pai eu não saberia até hoje que gosto tem um donut, minha mãe sempre muito econômica era totalmente contra comprar qualquer coisa que pudesse ser feito em casa, ela até tinha razão, mas tem coisa que a gente tem que experimentar e outras a gente tem que comprar mesmo, eu que não vou me obrigar ficar na cozinha por alguns trocados.

donut

Numa bela tarde de inverno, após juntar algumas economias, lá fui eu pra Paulista, em horário de aula, digamos que eu tinha mais o que aprender fora da escola naquela tarde. Gostaria de dizer que fui com medo, afinal era a primeira vez que pegava o trem sozinha e eu tinha no máximo 13 anos.

Deu tudo certo com a ida, cheguei lá fiquei maravilhada com o quiosque, achei o preço bem salgado, mas eu estava preparada, fiquei um tempão contemplando a vitrine e pensando que eu poderia morar lá. Escolhi dois sabores para começar, sentei numa das mesas e comi tranquilamente como todo gordinho, já pensando nos próximos.

donuts

Aproveitei que estava na Paulista e fui conhecer algumas emissoras de rádio, fui na Gazeta, na Jovem Pan em todas que eu decorava o endereço nas chamadas. As pessoas achavam estranho eu sozinha pedindo pra conhecer a rádio, conversar com radialistas, pedir música, sempre fui uma grande consumidora das FMs de São Paulo, caso de amor que teve seu melhor momento com a 89 a rádio rock.

donuts

Claro que comer lá não foi suficiente, acabei passando novamente na volta, peguei mais um para comer e uma caixa com seis, a melhor prova do meu crime cometido. Esse dia foi um dos poucos em que minha mãe aliviou pro meu lado, ela se assustou, falou um monte mas nem me botou de castigo pro resto da vida.

Voltei algumas vezes para comer donuts, das outras vezes com autorização da minha mãe, mesmo ela achando um desperdício de dinheiro e que o sonho que ela fazia em casa era muito melhor. Era delicioso também, mas sonho não é donut!

donut receita

Na semana passada eu publiquei a receita do cinnamon que deu origem ao blog, hoje os donuts que deram origem ao logo do blog, logo lindo, perfeito, maravilhoso, cheiroso que o Dafne do Mosaico de Receitas fez pra mim, ele também é publicitário e dos bons, captou exatamente a essência do blog e meu gosto pessoal, então pode mudar tudo no blog mas esse donut sempre será o simbolo dele.

Desde a primeira vez que foi publicada em 2015 essa receita tem sido sucesso total, já fiz com várias coberturas e inclusive inteiro e recheado, na escola dos meninos, no trabalho, na faculdade com ozamigo blogueiro tudo aprova!

donuts

Donuts

Massa:

400g de farinha de trigo
3 ovos
1 xícara de leite morno
120g de manteiga de sal derretida, morna
50g de açúcar
10 gramas (1 sachê)de fermento biológico seco instantâneo
Óleo para fritar

Modo de Preparo:
Na tigela da batedeira, faça a esponja com o leite, o açúcar e o fermento.
Deixe crescer por 15 minutos.
Acrescente os ovos batidos, a manteiga derretida, bata um pouco, acrescente a farinha de trigo e bata por 10 minutos.
Coloque a massa numa vasilha untada com óleo, cubra com um plastico e leve para a geladeira para descansar, o ideal é deixar uma noite na geladeira, como eu sou afobada, deixei 3 episódios de Mad Men 😛
Coloque a massa na mesa e abra com ajuda de um rolo e um pouco de farinha.
Corte discos de 7 cm e faça furos de 1,5 cm no centro.
Acomode as rosquinhas numa forma enfarinhada e deixe crescer por mais uma hora.
Os miolos de massa eu também deixei crescer e fritei no final, joguei num pote com açúcar e canela, mal deu tempo de fazer as fotos.

Glacê de Cobertura

35g de manteiga em temperatura ambiente
200g de açúcar de confeiteiro (glaçúcar)
½ colher de chá de suco de limão
40ml de água quente
Modo de Preparo:
Na batedeira, misture a manteiga e o açúcar. Acrescente o suco de limão e a água e bata até a mistura ficar lisa. Mergulhe os donuts um a um no glacê e espere endurecer (demora cerca de 20 minutos).

Depois é só juntar os amigos, passar um cafézinho e jogar conversa fora!

E sobre conversas e histórias que quero falar, nessa reformulação do blog fiz algumas pesquisas com meus leitores para saber o que todos mais gostavam por aqui e foi quase unanimidade, muitos sentem falta das minhas histórias, de saber o que que tá acontecendo comigo.

Antigamente, no meu outro blog, eu postava uma receita e fazia um boletim dos meus dias, contando meus dramas, minhas alegrias e agora descobri que isso que os leitores gostam, fiz muitas amizades ao longo desses anos blogando e minha vida não foi nenhum conto de fadas não, não tá nem perto do felizes para sempre. Até porque ando solteira novamente, no máximo consigo um feliz só por hoje.

Então nos próximos posts vai ter mais Storytelling por aqui, muita contação de histórias, todas as minhas aventuras de universitária solteira ao 40 e poucos com um futuro incrível de publicitária pobre, se eu fosse você não perderia por nada é uma ótima oportunidade de dar boas risadas e passar raiva das minhas birras.

Claro que essa conversa toda vem sempre acompanhada de um docinho porque de amargo já basta a vida, o café, a cerveja…

Eu to por aqui planejando o próximo doce, estudando para as provas da semana, finalizando trabalhos e chocada que faltam só 90 dias para acabar o ano, faltava na segunda feira quando eu comecei a escrever esse post!

Ainda preciso de um tempinho pra organizar a agenda e planejar bem esse finalzinho de ano, 90 dias passam voando e quero aproveitar ao máximo esse ultimo trimestre pra compensar o ano mais ou menos e entrar com o pé direito em 2018.

Como você pretende passar esses 90 dias? O que da pra fazer em um trimestre? Se pudesse dar uma paradinha e planejar o que teria na sua lista?

Logo menos segue minha listinha no instagram, segue lá!

 

1 thought on “Donuts, Storytelling e 90 dias pra acabar o ano.”

  1. Lembro EXATAMENTE do gosto e da textura daquele donuts azul, fofinho e PERFEITO que comi na nossa festinha retrô. Para mim estavam com cara de comprados de tão lindos, perfeitos e deliciosos. O seu logo não poderia ser outro que não esse. Claro que o toque rock and roll também não poderia faltar. Foi uma honra poder trabalhar nesse logo e pra mim, foi um dos meus melhore trabalhos 🙂
    Mil beijos e já saio daqui querendo fazer (E COMER) DONUTS DE NOVO!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *