Sanduíche de Falafel

postado em: Briefing Vegano, Marmitas | 1

Falafel é uma das minhas receitas favoritas, já gostava antes agora nessa fase de transição não pode faltar.

Não é segredo pra ninguém que aqui em casa comecei com a segunda feira sem carne e hoje já fazemos quase a semana toda vegana/vegetariana. Só não estou “convertida” de vez por dois motivos, um deles é a confeitaria que durante muito tempo me ajudou a pagar as contas e não dá pra mudar do dia pra noite e dizer que só faço doces veganos, muito embora seja essa a minha vontade.

receita vegana

Outro motivo são os meninos, embora não sejam grandes fãs de carnes eles ainda pedem alguma preparação e ou acabam consumindo sem saber, como no dia que o João foi no mercado e comprou hambúrguer industrializado porque achou que só tinha carne no caseiro, ele não está totalmente errado, já botaram de tudo no nosso hambúrguer, de minhoca a papelão, carne mesmo deve ter bem pouco. Foi numa dessas que fiz uma proposta de fazer diversos hambúrgueres para experimentarmos.

A receita de hoje não é hambúrguer mas é lanche e delicioso, para os mais incomodados com os veganos, é uma receita original, não foi transformada, até porque se eu quiser eu transformo tudo e chamo como eu quiser, é meu, paguei pelos ingredientes e se eu quiser chamar um bolinho chato de grão de bico de hambúrguer eu chamo.

receita vegana

 

Nessa hora cairia muito bem aquela frase do filme dos tons de cinza “Eu tenho gosto muito peculiares, você não entenderia” Eu adoro grão de bico, berinjela, quiabo, lentilhas, ervilhas… Não está sendo nem um pouco difícil me livrar das carnes no dia a dia.

Falafel é um salgadinho originário do Oriente médio. Consiste em bolinhos fritos de grão-de-bico ou fava moídos, normalmente misturados com condimentos como alho, cebolinha, salsa, coentro e cominho, ouso dizer que é primo irmão do nosso acarajé, que é a próxima receita que vou testar com direito a todos os recheios possíveis.

Já fiz dos dois jeitos com grao de bico cru e cozido, com o cru foi mais fácil e ficou mais gostoso, em ambos os casos deve se deixar o grão de molho por pelo menos 8 horas e a água do molho deve ser desprezada.

Print Recipe
Sanduíche de Falafel
Bolinhos fritos de grão-de-bico, normalmente misturados com condimentos como alho, cebolinha, salsa, coentro e cominho.
falafel
Refeição Sanduíche
Tempo Preparação 1 hora
Tempo Cozedura 8 horas
Porções
Porções
Ingredientes
Refeição Sanduíche
Tempo Preparação 1 hora
Tempo Cozedura 8 horas
Porções
Porções
Ingredientes
falafel
Instruções de preparação
  1. Com exceção do óleo bata todos os ingredientes no processador e deixe descansar, acrescentando um pouco mais de amido se necessário.
  2. Deixe o óleo bem quente, para testar use um palito de fosforo,quando acender está no ponto.
  3. Modele os falafels utilizando duas colheres de sopa. Acomodando os no óleo quente.
  4. Deixe fritar bem e vire. Não coloque muitos bolinhos de uma vez pois se o óleo esfriar os bolinhos começam a esfarelar.
  5. Retire do fogo e deixe escorrer sobre papel absorvente.
Notas da Receita

Para prepara o sanduíche pode usar o pão pita que eu já dei a receita aqui, ou aqueles discos de massa pronta que vende no mercado.

Junte folhas verdes, um vinagrete, pepino picado e molho de tahine que eu também comprei pronto.

É uma refeição completa, super proteica e sem sofrimentos.

É possível preparar falafel para levar na marmita, basta deixar cada coisa em potes separados.

Compartilhar

Nhoque da Fortuna

postado em: Bakery, Marmitas | 0

Reza a lenda que dia 29 é dia de comer nhoque para ter sorte e fartura. O Nhoque da fortuna deve ser consumido no dia 29 de fevereiro. Tem gente que repete o ritual no dia 29 de cada mês, eu acredito que só nos anos bissextos já é suficiente.

Há várias teorias sobre a origem da lenda, todas envolvem a caridade e recompensas. Dizem que um andarilho pediu comida numa casa muito pobre também com pouca comida mas que não exitou em dividir seu alimento, no caso o nhoque, renderam 7 bolinhas da massa para cada um.

nhoquedafortuna

O nhoque da fortuna deve ser consumido com dinheiro embaixo do prato, melhor dólar que vale mais, as sete primeira bolinhas deverão ser consumidas de pé e para cada uma deve ser feito um pedido, ao final do almoço, ou jantar o dinheiro deve ser guardado, até o próximo consumo.

Agora que já expliquei como faz pra ter sorte por 4 anos é hora de explicar como faz o tal do nhoque. A receita é baratinha e rende bem mais que 7 bolinhas por pessoa. Mesmo que não acredite na lenda, acredite no sabor, essa massa derrete na boca e combina com qualquer molho.

nhoque da fortuna

Nhoque da Fortuna

  • 1 quilo de batatas
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 1 colher de café de sal
  • 2 ovos
  • 1 xícara chá de farinha de trigo
  • molho de tomate a gosto
  • queijo parmesão a vontade!

Modo de Preparo:

Coloque as batatas para cozinhar da forma que for melhor, pode cozinhar com água, no vapor, assar, até mesmo no microondas.

Depois da batata cozida, amasse bem, tempere, coloque a manteiga, pode usar até noz moscada que dá um sabor especial. Deixe esfriar bem.

Depois de frio junte os ovos e por ultimo a farinha, sem sovar a massa, apenas para conseguir fazer os rolinhos. Feito os rolinhos corte em pedacinhos. Há técnicas de passar o garfo para fazer conchinhas e a massa absorver mais molho, mas eu não faço, deixo só as bolinhas mesmo.

Coloque uma panela com água para ferver e quando estiver fervendo coloque as bolinhas de massa para cozinhar, não coloque muitas de uma vez, elas precisam subir. É quando elas sobem que a gente sabe que está bom. Retire com uma escumadeira e coloque num refratário.

Cubra com seu molho preferido e polvilhe queijo parmesão ralado.

Faça com fé na prosperidade ou só com fé no sabor, brincadeiras e simpatias a parte é importante ser positivo, ser grato e acreditar na fartura, não só de dinheiro mas de saúde e de sentimentos.

 

 

Panquecas de Aveia

postado em: Bakery, Marmitas | 0

No ano passado ganhei muitas caixas de aveia da Quaker, marca que eu sempre usei, lembro dos potes na casa da minha mãe, sempre cheios de aveia, que ela insistia que a gente consumisse, mas raramente eu me interessava, geralmente era em alguma vitamina ou com banana amassada e mel, só depois do curso de nutrição que descobri que aveia é um alimento funcional foi que passei a consumir mais, utilizo sempre em bolos, pães, biscoitos e mesmo assim acho pouco, gostaria de consumir mais.
Comecei a pesquisar receitas, dar um jeito de incluir também nas principais refeições. Agora uso aveia no hambúrguer, em sopas e até na panqueca.
Faz parte da minha rotina saudável consumir aveia uma vez por dia. Confesso que depois de ter feito a Dukan e ter fracassado várias vezes na panqueca com farelo de aveia estava bem receosa dessa massa não funcionar, mas funcionou e funcionou tão bem que já fiz duas receitas na sequencia para deixar discos prontos para congelar e ter refeições saudáveis engatilhadas.

Panquecas saudáveis
Panquecas com massa de aveia

 

Panqueca de Aveia

Massa:

2 ovos
2 colheres (de sopa, cheias)  de óleo
200 ml de leite
1 pitadinha de sal
3 colheres (de sopa, cheias) de farinha de trigo  integral
1 colher (de sopa cheia)  de farinha de trigo refinada
7 colheres (de sopa cheias) de farinha de Aveia QUAKER®

Recheio:  

½ xícara de cebola picada
2 colheres (de sopa) de farinha de aveia
1 maço de folhas de espinafre cozidas, espremidas e bem picadas ( fiz sem)
1 colher (de sopa) de azeite de oliva
2 xícaras  de peito de frango temperado, cozido e desfiado
1 copo de requeijão cremoso ( usei light )
sal

Molho: 

1 embalagem de molho de tomate (use um pouco no recheio)

Para polvilhar:

Queijo parmesão ralado  fresco, em lascas ( usei muçarela light)

Modo de Preparo:

Bata no liquidificador todos os ingredientes da panqueca e frite-as de forma convencional.
Para o recheio: refogue a cebola no azeite e junte o espinafre, a Aveia QUAKER®, o frango, um pouco de molho de tomate e  tempere com sal.
Mexa para ficar cremoso.
Enrole e sirva com o molho aquecido e lascas de parmesão.

Panquecas saudáveis
Panquecas de Frango com Aveia

A receita não tem segredo, é panqueca! Fiquei com medo de ficar com gosto forte de aveia, mas até os meninos adoraram e repetiram.
Receita saudável, sem radicalismos, parte do planejamento para 2016.
Vai sem dúvida para o meu caderno de receitas para fazer sempre, alternar recheios

Bolo de Maçã com Aveia e Canela Sem Lactose

postado em: Bakery, Marmitas | 0

Esse era pra ser um blog diferente dos meus outros dois, Loucas Por Bolos e Eu Sei Disso, mas estou vendo que é um compilado dos dois, sempre falta tempo para postar e as receitas de bolos surgem sempre como a melhor opção.
Em agosto eu tinha programado pelo menos 30 posts mas não tive tempo de escrever nem seis. A vida é assim, no momento confesso que ficarei feliz com um post por semana visto que as aulas voltaram com tudo, num semestre de 3 meses e meio, tem trabalho pra entregar toda semana, haja miçanga pra essa gente de humanas arrumar criatividade!

bolo de maçã sem lactose

Como tenho saído de casa as 7:30 hs e só retorno as 22;30 hs está complicado sobreviver sem fome ou com dinheiro o dia todo. Só a marmita era suficiente quando eu saia do trabalho e já estava em casa, agora indo para a faculdade e chegando em casa sem coragem de olhar pra cozinha é preciso um complemento.

Cuidei de comprar alguns snacks que não são as coisas mais saudáveis do universo, mas também não são as menos saudáveis. Nem adianta eu dizer que vou fazer e carregar tudo porque não vou, nem quero me estressar com isso, tem uma campanha para produzir na faculdade, o trabalho que quando eu chego desligo do mundo. Cada coisa a seu tempo. Fui gordinha a vida inteira acho que posso ser mais alguns dias, uma semana adequando alimentação, só cortando exageros e lá se foram dois quilos, se eu conseguir meio quilo na semana será maravilhoso, só de não engordar já está ótimo.

lanchinhos

Quando resolvi mudar tudo na vida sabia que alguns conceitos eu também teria que deixar de lado, amo cozinhar, só não vou sofrer por isso, outra vida, outros objetivos, outro foco.
Quase toda semana o pai dos meninos manda frutas para eles, já que ele trabalha na rua da feira, nem sempre os meninos consomem toda a fruta, aí fico eu rebolando para aproveitar tudo. Essa semana fiz um bolo de maçã, receita que estou há tempo ensaiando para fazer.
Bolo simples, rápido, gostoso, saudável e que dá para levar de lanche e não morrer de fome durante as aulas.

bolo de maçã e canela

Bolo de Maçã com Aveia e Canela Sem Lactose 

  • 4 maçãs 
  • 1 xícara chá de óleo
  • 3 ovos
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 4 colheres de sopa de aveia em flocos. 
  • 2 xícaras de açúcar demerara
  • 1 colher de sopa de canela em pó 
  • 1 colher de sopa de fermento em pó 

Modo de Preparo:

Descasque as maçãs e coloque as cascas no liquidificador para bater junto com o óleo e os ovos.
Numa tigela junte os ingredientes secos, despeje o creme do liquidificador, misture bem e por ultimo junte as maçãs picadas.
Despeje a massa numa forma retangular pequena, ou em marmitinhas de alumínio.
Leve ao forno médio para assar até que espetando um palito este saia limpo, mais ou menos 30 minutos
Deixe esfriar bem, pode polvilhar açúcar com canela, eu polvilhei antes de ir ao forno.

Renderam 10 marmitas, mas sinto que algumas não vão fechar, acredito que ate 12 numa próxima vez.
Para congelar basta fechar bem e levar ao freezer, aí  é só tirar uma por dia e carregar para o trabalho, para a faculdade, para dividir com os amigos, deixar para o lanche das crianças…

Cardápio da Semana – 13/07 a 18/07

postado em: Marmitas | 0

Continuo no projeto marmitas da semana, faço um cardápio e a lista de compras no sábado, domingo pela manhã compro os ingredientes e preparo tudo, acondiciono em potes, etiqueto e congelo. Antes de ir para o trabalho retiro minha porção de levar do almoço  e a do jantar, deixo na geladeira e se caso eu não queira jantar como aconteceu essa semana, a comida não estraga para o outro dia, porque se manteve refrigerada.

marmita saudável

Segunda: Arroz Shop Suey com Frango Oriental
Terça : Quibe Assado
Quarta: Berinjela recheada
Quinta: Puchero com arroz
Sexta: Picadinho de músculo na cerveja com arroz

Essa semana o cardápio ficou mais light e com mais legumes, lembrando que quase não uso gordura para cozinhar, um frasco de azeite dura cerca de 3 meses, o mesmo vale para o sal e todos os glutamatos.

marmita

As receitas eu vou postando com o tempo, estou anotando e fotografando tudo para postar depois as receitas com detalhes.

A minha lista de compras ficou assim:

Arroz
Presunto
Cenoura
Salsinha
Cebolinha
Trigo para quibe
Peito de frango
Cenoura
Vagem
Carne moída
Molho de tomate
Queijo mussarela
Costela de porco
Grão de bico
Linguiça Calabresa
Bananas
Bacon
Farinha de mandioca
Músculo
Cerveja
Limão
Hortelã

Cebola, alho, azeite e demais temperos eu já tinha em casa.
As quantidades são adaptadas para as porções que pretende fazer.
Eu algumas vezes exagero um pouco, já fiquei sem potes plásticos para congelar isso significa que na semana que vem provavelmente eu nem precise cozinhar nada, é só usar o que está congelado.
Os pratos eu faço já sem receita, linkei algumas que encontrei e gostei, achei que são praticas e facilitam a vida.

Como Preparar Marmitas – Organização

postado em: Marmitas | 0

Eu sei que tenho uma pequena experiencia em cozinha, o que ajuda um pouco, mas qualquer pessoa que consiga preparar um almoço vai conseguir também preparar 5 num dia, ou melhor, em algumas horas.

receita de marmita

Aqui vai a primeira dica: não faça como eu fiz, fazer compras e preparar tudo no mesmo dia, depois de almoçar estava exausta, e só me permiti almoçar depois de embalar tudo, caso contrario sei que a preguiça iria me dominar e acabaria tudo embalado em papel alumínio na geladeira.
Com as receitas em mãos, e ingredientes na mesa, faça um projeto de trabalho, por exemplo, para as panquecas ficarem prontas é necessário que o recheio esteja cozido e frio, então cozinhar a carne, ou frango deve ser uma das primeiras tarefas.
Em todas as receitas usei cebola e alho picado, então é melhor já picar tudo com antecedência para não ficar pica um pouquinho, para um pouquinho…
Lavei, piquei tudo o que precisava.

marmitas

Coloquei os peitos de frango para cozinharem, vou precisar do caldo para fazer meu capelete in brodo na quinta e é sempre bom ter caldo de frango de verdade em casa.
Numa panela de pressão coloquei o pernil para cozinhar, como só depois lembrei que minha panela de pressão está quebrada, tive que cozinhar pingando água, mas deu certo.
Enquanto as carnes cozinhavam no fundo do fogão, na frente fui preparando os molhos branco e a bolonhesa, para montar a lasanha e rechear as panquecas.
Com a lasanha montada, comecei a preparar a galinhada e deixei as batatas do escondidinho cozinhando. Se a panela de pressão estivesse boa teria sido bem mais rápido.
Fui cozinhando e lavando a louça.
Por ultimo fiz a massa das panquecas.
Com tudo cozido, foi só montar e arrumar em refratários, levar o que precisava ao forno, A panquecas e o escondidinho eu nem gratinei, apenas deixei montado, pois o consumo seria rápido.
As receitas que usei foram essas.
Lasanha
Panquecas
Escondidinho
Galinhada – Refoguei cubos de peito de frango numa wok com azeite, adicionei cebola, alho, e deixei cozinhar, pingando caldo de frango. Quando o  frango estava quase cozido coloquei uma xícara de arroz, refoguei, juntei uma calabresa em cubos, e adicionei caldo de frango até cobrir os ingredientes, quando estava secando acrescentei a cenoura, as ervilhas congeladas, temperei com pimenta do reino, salsa, só temperos simples, juntei o milho, provei o arroz e pronto. Uma galinhada improvisada e no capricho.
Depois de tudo pronto, comecei a embalar, resfriar e congelar , mas amanhã falo sobre isso com mais detalhes.

Como Preparar Marmitas – Cardápio e Lista de Compras

postado em: Marmitas | 1

Como já disse aqui na semana passada, eu comecei a trabalhar, o que é ótimo, pois desde que mudei em setembro no ano passado não trabalhado muito e as contas começaram a ficar maiores que a receita e sem trabalhar não tem estratégia que de jeito para sair do vermelho. Por outro lado o tempo para dedicar ao blog ficou curto, isso que nem começaram as aulas ainda, no fim de julho com faculdade e os meninos de volta, se eu não me organizar muito bem as coisas vão ficar bem complicadas para mim.

Cardapio de marmita

Para facilitar a vida e o dia a dia, a cada semana, vou introduzir uma nova rotina, assim não fico sobrecarregada e dou conta de tudo.
Nesta semana foi a vez da marmita. No sábado eu elaborei um cardápio com preparações simples, pratos únicos, para levar na marmita. No domingo, fui ao mercado de manhã, fiz compras e quando voltei comecei uma maratona de preparação. Em 4 horas consegui preparar 4 pratos e ainda deixar o prato da quinta feira, que é feriado aqui, adiantando.

marmita da semana

Mas vamos por partes para não confundir ao invés de ajudar.

Comecei pela escolha dos pratos, eu prefiro pratos únicos,  ou que no máximo sejam servidos com arroz. Para não ficar sem uma leguminosa, acrescentei ervilhas, lentilhas e grão de bico nas receitas. Também não tive tempo de preparar e investir em legumes, usei brócolis congelado na lasanha, ralei uma cenoura na galinhada, muita cebola e alho em tudo. Não é o cardápio mais nutricionalmente balanceado, mas se eu fosse almoçar no shopping seria bem pior e muito mais caro.
Por falar em caro, usei o mesmo valor que usaria nas refeições prontas para fazer as compras.

Com essa crise não sabemos mais os preços dos alimentos no mercado, então, para não estourar o orçamento fiz um cardápio com mais pratos que o necessário, assim seguiria as ofertas e teria comida para a semana toda. Deveria fazer sempre isso, fiquei muito feliz com o resultado.

Meu cardápio ficou assim:

  • Lasanha *
  • Galinhada*
  • Quibe Assado
  • Panquecas de Carne ou Frango*
  • Capelete in Brodo*
  • Escondidinho de Pernil *
  • Estrogonofe
  • Berinjela Recheada

 A lista de compras ficou extensa, mas bem econômica:

lista de compras para marmita
  • 1 kg de carne moída
  • 1 kg de peito de frango
  • 1 lata de milho verde
  • 2 embalagens de molho de tomate
  • Pedaço de Pernil
  • Batata
  • Mandioquinha
  • Batata doce
  • Berinjela
  • Cebola
  • Alho
  • Arroz
  • Calabresa
  • Queijo mussarela um pedaço
  • Tomates
  • Azeite
  • Salsa 
  • Salsão
  • 1 bandeja de presunto
  • cenouras
  • Massa para lasanha
  • capelete de queijo 
  • brócolis congelado
  • ervilhas congeladas
  • 1 litro de leite 
Os ingredientes restantes para as receitas eu já tinha em casa. 
Gastei em compras noventa reais, um real a mais do que gastaria 5 dias na praça de alimentação no shopping. Detalhe: se almoçasse no shopping seria apenas um prato por dia, o que eu cozinhei ontem renderam pelo menos 20 porções, talvez um pouco menores que as do shopping, já que eu sempre deixo uma quantia no prato que não consigo comer, mas que são mais saudáveis, e zero desperdício.
Cozinhar a própria comida é mais que um gesto de amor, é um ato politico, outro dia falo mais sobre isso. 
Amanhã linko as receitas e falo como  me organizei tudo para preparar 20 refeições em 4 horas. 
Na quarta explico como congelar e armazenar as marmitas da semana. 
Se você está com pressa, passa lá no Minha Marmita Tem, que a Rebecca, explica tudo direitinho, todos os cuidados desde a escolha dos alimentos até como transportar, inclusive, foi lá que me inspirei para elaborar o cardápio.