10 Formas de Ajudar um Animal Abandonado

postado em: 10 coisas | 0

Todos os dias as redes sociais são inundadas de pedidos de ajuda para animais abandonados, muitos fotografam, postam e viram as costas esperando que alguém mais preparado possa ajudar o animal abandonado e muitas vezes muito debilitado, quando o correto é primeiro prestar socorro e só depois pedir ajuda para custear os gastos. Vamos imaginar que você fosse atropelado, gostaria que o motorista fugisse ou que apenas tirasse uma foto sua lá caído e compartilhasse na internet para alguém ligar para o SAMU ou ficar com pena e ir até lá te socorrer?

Se não é assim com gente, porque tem que ser assim com animais?

Como ajudar um animal abandonado

Não vou ilustrar esse post com imagens fortes de animais abandonados porque acredito que todos já sabem como vive um animal na rua. Basta andar pelo bairro para ver animais magros, machucados, com um olhar triste esperando por um cantinho para ter paz, uma família que os proteja e os alimente.
Não é difícil criar um animal em casa, mas quando vejo o tanto de gente que mal cria os filhos imagino o tamanho da briga que estou comprando. As pessoas desistem fácil de tudo, abandonam o animal como se fosse fácil conseguir comida ou abrigo na rua, contam com a bondade alheia quando não tem mais bondade dentro de si mesmo.
Não cabe a mim julgar quem abandona, me cabe tomar uma atitude e fazer alguma coisa, me mexer, enquanto pessoas dedicam a vida a cuidar desses animais eu não vou ficar de braços cruzados, me lamentando por ter ficado desempregada tanto tempo e agora estar sem tempo e sem dinheiro, não é possível que eu não encontre uma tarde livre de domingo para ajudar!
Como ajudar um animal abandonado
Se você também quer encontrar uma forma de ajudar está no lugar certo, há várias formas de cuidar, mesmo que de longe desses bichinhos que não tem culpa de estarem sofrendo nas ruas.

10 Formas de Ajudar um Animal Abandonado

1) Adote, não compre!  Não há uma desculpa, nenhum motivo que me convença que aquele cãozinho da vitrine é melhor que o vira lata que foi abandonado na lata do lixo. Enquanto você compra animais e super valoriza raças, cria um comercio que maltrata as fêmeas fazendo as reproduzir até não poder mais. Pense que por trás daquele filhote fofinho na vitrine há uma fêmea reprodutora sofrendo e vários outros filhotes jogados no lixo.

2) Adote mesmo que você acredite que não pode. Eu que não tenho família, fiquei desempregada por muito tempo, adotei e encontrei ajuda, se eu preciso sair tenho quem venha alimentar, se preciso de veterinário tenho profissionais de confiança que cobram preço justo. E mesmo morando em um apartamento cuido bem dos meus gatinhos. Não quero nem pensar como teria sido a vidinha deles se eu tivesse dito não.

3) Castração é a melhor solução para os animais de rua, há lugares que a castração é gratuita e pode se castrar até 10 animais por endereço. Os centros de zoonose fazem campanhas, e alguns locais tem hospital público de animais. Se encontrar um animalzinho na rua, encaminhe para a castração, se possível pague, imagine que a quantia não é muito mas vai poupar centenas de outros bichinhos abandonados. Principalmente gatos se multiplicam muito rápido.

4) Deixe potes com água na calçada, ainda mais em dias secos, animais que vagam pelas ruas nunca encontram uma água limpa e fresca para beber, ficam doentes porque acabam bebendo água suja ou com produtos de limpeza. Troque a água diariamente.
Ajudar um animal abandonado
5) Dê comida, ao encontrar um animalzinho faminto pela rua, não pense duas vezes, compre uma porção de ração, ou carne num açougue e sirva para o animal. não é fácil ter que viver de lixo, essa pode ser a unica alimentação decente que esse bichinho teve na vida.

6) Ajude quem ajuda, hoje em dia não é dificil encontrar ongs ou pessoas engajadas nessa causa, que pedem, imploram por uma ajuda para custear tratamento, comprar ração ou até hospedar os animais num lugar seguro até que sejam adotados. Vou deixar uma lista aqui no final de alguns locais que estão sempre ajudando e precisando de ajuda.  Não pense que precisa ser muito, dez reais já faz a diferença na vida dos bichos.

7) Se não pode fazer nada até aqui ao menos compartilhe essa ajuda, quem sabe não tem alguém na sua lista de amigos que está próximo e pode ajudar?  Cruzar os braços, dizer que o problema sempre vai existir não ameniza em nada, quanto mais gente ajudar com atitudes simples menos animais sofrendo nós teremos.

8) Não maltrate. Se você de maneira nenhuma pode ou quer ajudar, pelo menos não maltrate os animais, além de ser crime é uma maldade sem fim, para que judiar de um bichinho indefeso que por mais sapeca que seja, não tem noção do que está fazendo. Não seja covarde!

9) Ensine as crianças a cuidar e respeitar os animais, crianças aprendem rápido e só vão maltratar um bichinho se forem incentivadas, crianças que crescem com bons exemplos vão reproduzir esses exemplos quando adultas.

10) Não abandone. Em hipótese alguma abandone um animal, jamais vire as costas para seu amigo, eles jamais fariam isso com você. Se não pode mais cuidar ao menos encaminhe o bichinho para quem possa. Já imaginou se sua mãe o tivesse abandonado no primeiro problema, na primeira dificuldade? Seja digno, deixe seu animal em segurança como faria com seu filho, eles são tão ou mais indefesos que crianças.

Aqui vou deixar alguns links de pessoas e instituições, ongs que ajudam a tratar de animais abandonados. Conheça, ajude, indique quem você conhece e sabe que faz um trabalho sério:

APA – Associação Protetora dos Animais 

HOPET

Adote um Pet na Net

Cantinho Animal 

Revistaria Animal 

Castração Solidária 

 

 

 

Deixe uma resposta